Como Podar Oliveira Passo a Passo – Guia

A oliveira é uma árvore que pode atingir até 12 metros de altura, geralmente tem uma copa bastante larga e um tronco largo, a casca geralmente tem um grande número de fissuras. Sua fruta é conhecida como a azeitona, geralmente utilizada para a produção de óleos, além de ser utilizada como ingrediente para uma grande variedade de alimentos. Neste artigo veremos como podar uma oliveira, quando fazê-lo e que ferramentas utilizar.

Cuidados Com a Oliveira

Embora o assunto principal deste artigo seja como podar a oliveira, a poda é uma técnica de cuidado e manutenção para esta árvore frutífera. É por isso que vamos dedicar a primeira seção para listar os cuidados mais importantes com a oliveira.

Localização: deve ser plantada em um local onde tenha espaço suficiente e exposição ao sol. Pode resistir a geadas duras, mas o frio extremo pode danificar a fruta.

Solo: ele pode crescer bem em solos pobres, calcários ou salgados. O que não tolera é o excesso de umidade, portanto, não deixe de plantar no solo que drena bem e evite o alagamento a qualquer custo.

Fertilizante: Você só precisará alimentá-lo uma vez por ano. Para isso, misture um fertilizante orgânico com o substrato ao redor da árvore, seguindo a área marcada pela copa da árvore.

Rega: As necessidades de água dependem do tamanho da copa da oliveira e da precipitação em sua área. É importante observar a capacidade de retenção do solo. Não mantenha uma regularidade de irrigação que produza alagamento de água.

Pragas: As principais pragas que uma oliveira pode ter são a mosca-da-fruta da azeitona, a traça-da-azeitona e a cochonilha da azeitona. O controle regular de pragas é sempre preferível a medidas preventivas em vez de medidas curativas.

Poda: embora a poda de uma oliveira seja o último item desta lista de cuidados, ela não é de forma alguma o menos importante. Como em todas as árvores frutíferas, a poda é essencial para regular a produção e o desenvolvimento da planta.

cuidados com a oliveira

Ferramentas Para Podar Oliveiras

Há várias ferramentas que precisam ser utilizadas para podar uma oliveira. A escolha dependerá em grande parte da poda e do tamanho da oliveira.

Tesoura de podar. (Oferta tesoura de poda)

Serra. (Oferta Serrote para poda).

Tesoura e serra para a poda em altura. (Podador de altura).

Motosserra. (OFERTA Motosserra eléctrica 1600w)

Escadas ou andaimes.

Equipamento básico de segurança, como capacete e luvas.

É aconselhável desinfetar as ferramentas de corte antes da poda. Isto ajudará a evitar a transmissão de doenças, e deve ser feito antes de iniciar a poda e toda vez que se muda de planta.

Como Podar Oliveira Passo a Passo

Entende-se por poda todas aquelas operações que modificam a forma natural da árvore, dando vigor ou restringindo o desenvolvimento de seus ramos, com o objetivo de dar-lhe uma forma adequada e atingir a máxima produção no menor tempo possível, bem como renovar ou restaurar parte ou a totalidade da árvore.

Na poda das oliveiras, o crescimento e a frutificação devem ser sempre equilibrados, para não enfraquecer ou envelhecer prematuramente a árvore. De modo a determinar a intensidade da poda, e até mesmo se deve ou não podar em um determinado ano, deve-se considerar o seguinte:

  • A idade do pomar.
  • Colheita do ano anterior.
  • Destino da colheita (mesa ou óleo).
  • Densidade de plantio e tamanho das árvores.

Basicamente, a poda visa atingir um mínimo de madeira estrutural com um grande número de galhos jovens, com um comprimento médio entre 20 e 30 cm e com uma emissão permanente dos mesmos. O objetivo também é criar espaço para luz e ventilação.

  • No primeiro período da oliveira, quando ela é jovem, a poda é praticamente inexistente. O objetivo nesta fase é formar a estrutura ou estrutura da árvore de modo a alcançar uma oliveira equilibrada que suporte colheitas abundantes no menor tempo possível. Isto é o que se conhece como poda formativa da oliveira.
  • No período adulto, é podada levemente. O objetivo é manter o equilíbrio entre uma boa produção, de boa qualidade, e um desenvolvimento vegetativo adequado da árvore, ampliando ao máximo seu período produtivo e retardando sua decadência. Em resumo, o que se faz é a poda de produção.
  • Finalmente, no período da velhice, o objetivo é renovar ou substituir os ramos que mostram sinais de decadência. Regenerando-os e tornando-os mais produtivos através de uma poda intensa, com o objetivo de reconstituir a copa da árvore. Isto é chamado renovação ou poda de rejuvenescimento.

Neste guia passo a passo da como podar oliveira, passaremos por cada uma das operações de poda que precisam ser realizadas durante a vida desta árvore frutífera.

como podar oliveira passo a passo

Como Podar Uma Oliveira Jovem – Poda De Formação

Este é o primeiro trabalho de poda destinado a definir a arquitetura da árvore, que dependerá da variedade, da distância de plantio e do sistema de colheita. Ela começa quando as plantas são recebidas do viveiro, onde é feita a poda para selecionar o eixo e eliminar os ramos secundários.

Desde então até o início da produção, a oliveira não é podada de forma alguma. A única manutenção realizada é a manutenção do eixo, sob o garrote da árvore. À medida que o estado imaturo da árvore é prolongado, a árvore se torna menos produtiva a curto prazo.

Uma vez realizada a primeira colheita, a poda é retomada. A coroa, eixo ou sebe, dependendo do sistema de treinamento, é moldada pelo corte na base dos galhos a serem eliminados. Estes farão parte dos ramos-mãe, que devem ser distribuídos uniformemente tanto na orientação conforme os pontos cardeais como na altura. Deve ser dado espaço suficiente para evitar sombras entre eles e para garantir que a altura que alcançam em sua base não impeça futuros trabalhos de colheita.

Em pomares de pequeno e médio porte, onde o proprietário geralmente faz a maior parte do trabalho, deve ser feito o máximo uso da altura da folhagem. Em sistemas abertos (copa das árvores), os galhos-mãe devem poder se desenvolver de 50 a 80 cm para cima. E nas sebes pode ser iniciado com pelo menos 30 cm, dependendo também da variedade.

Como Podar Uma Oliveira Adulta – Poda De Produção

Isto é iniciado após a entrada em produção da árvore. Ao realizar esta poda anualmente, os cortes de poda serão suaves, limitando-se apenas a eliminar os ramos danificados pela colheita e aqueles que já completaram seu ciclo produtivo (mais de três anos). Isto permitirá manter a arquitetura básica da árvore e uma renovação permanente da zona produtiva da folhagem.

Em pomares onde não tem sido costume podar a oliveira, a poda é diferente. Recomenda-se começar com a formação e abertura da folhagem, fazendo cortes grossos em troncos secundários, favorecendo apenas um tronco principal.

Também é comum ver os galhos dos pais torcidos e cruzados com muita madeira improdutiva. Ao abrir a copa das árvores, ou seja, ao remover ramos que impedem a entrada de luz e ventilação, esses ramos lenhosos sem folhagem começarão a desenvolver novos rebentos. Estes devem ser orientados pela seleção dos mais bem posicionados, tanto para a iluminação quanto para a colheita.

A poda de produção anual, além de manter a produção estável, também serve para desbastar os frutos. Favorecendo aqueles ramos que estão melhor localizados, cujos frutos serão maiores, com maior teor de óleo e amadurecimento precoce.

Esta poda da oliveira é normalmente realizada no inverno, imediatamente após a colheita.

oliveiras poda de producao

Como Podar Uma Oliveira Velha – Poda De Rejuvenescimento

Este tipo de poda é realizado em árvores que se encontram em um período de produção decrescente. Pode ocorrer entre 20 e 40 anos, dependendo da gestão agronômica que lhes foi dada.

Os sintomas de uma oliveira que necessita deste tipo de poda são os seguintes:

  • Folhas menores que o normal e de cor verde-amarela.
  • Crescimento fraco dos galhos (internódios curtos e finos).
  • Baixa produção.
  • Desfolhamento parcial da árvore.
  • Relação folha/ madeira baixa. A folhagem é geralmente externa no topo da árvore e dentro da árvore parece uma árvore com galhos secos e sem folhas.

Há duas maneiras de lidar com o rejuvenescimento da oliveira através da poda. Uma corresponde a um corte drástico (poda “desbaste”), removendo toda a folhagem. A outra, mais equilibrada, eliminando parte da folhagem, com cortes drásticos nos ramos-mãe, que pode ser chamada de “poda de recuperação progressiva”.

A decisão de optar por um ou outro tipo de poda de rejuvenescimento se baseia primeiramente no estado nutricional e sanitário da árvore. Se a árvore for muito fraca, recomenda-se uma poda drástica. Por outro lado, se a causa do baixo rendimento é o sombreamento excessivo, a poda progressiva deve ser escolhida.

Poda Progressiva

Para podar a oliveira desta maneira, devemos eliminar parcialmente a coroa. Ela deve ser realizada em árvores que apresentem uma vigorosa capacidade de recuperação.

Ela começa com a seleção e corte da base da árvore, do ramo com crescimento erecto, o que impede que a luz entre no interior da copa das árvores.

Para que este tipo de corte seja efetivo com o tempo, ele deve ser repetido a cada três ou quatro anos ao longo do ciclo produtivo da árvore, de modo a renovar a árvore.

Quando os quatro ramos-mãe originais tiverem sido substituídos, o primeiro terá nove anos. O objetivo do rejuvenescimento é, então, ter filiais-mãe que não tenham mais de 20 anos, de modo a alcançar uma produção estável temporalmente.

Quando a copa é aberta com esta poda da oliveira em condições de sol forte, é aconselhável pintar a casca dos galhos grossos expostos aos raios solares para evitar danos à madeira por danos causados pelo sol. A pintura é feita com látex branco, imediatamente após o ramo vizinho ter sido removido.

poda progresiva oliveiras

Poda Na Cabeça Ou Desbaste

Quando há árvores muito debilitadas, com poucos ramos, muita altura de tronco e com mais de 1,5 m de altura ao garrote, uma poda drástica, conhecida como poda de cabeça ou desbaste, deve ser realizada. Isto consiste basicamente em decapitar uma árvore a 1 metro de altura, removendo toda a folhagem. É aconselhável fazer isso no inverno, após a colheita.

Em áreas de alta umidade (névoa ou chuva), o corte deve ser ligeiramente biselado para evitar acúmulo de água na superfície cortada e consequentes danos fúngicos.

No final da primavera, dois a três meses após a poda da oliveira, haverá abundante brotação, com um grande número de galhos em ângulos diferentes. Quando os rebentos atingem comprimentos superiores a 20 cm, são escolhidos três ou quatro ramos definitivos. Devem ser orientados equidistantes uns dos outros, de preferência em diagonal para as linhas de plantio. Os ramos selecionados não devem ser inclinados a 45° para a horizontal, reduzindo assim a altura da folhagem, a fim de facilitar a colheita dos frutos.

Uma vez selecionadas as filiais-mãe, elas não devem ser podadas. Entretanto, quaisquer galhos ou ventosas que cresçam da base devem ser removidos o mais rápido possível. Isto concentrará a força da árvore nos galhos finais.

Finalmente, os cortes de poda grossa, especialmente os horizontais, devem ser pintados com pasta de poda especial. Isto evita o ataque de fungos da madeira, o que é particularmente importante em áreas de alta umidade.

Poda De Uma Oliveira Em Vaso

Se você tem uma oliveira em vaso, pode ser porque você está esperando que ela cresça para um transplante, ou está controlando seu crescimento como um bonsái. No primeiro caso, nenhuma poda é necessária, basta verificar se a árvore está formando uma única estrutura de caule. Se for um bonsái, a questão se torna um pouco mais complicada.

Tempo De Poda

O momento certo para podar uma oliveira é no inverno, após a colheita da azeitona. Vai variar um pouco, dependendo da área onde você estiver e da variedade de oliveira de que estamos falando. Por exemplo, uma oliveira para azeitonas de mesa não terminará a colheita enquanto uma oliveira para a produção de azeite.

Recomendamos nosso artigo sobre como plantar azeitona passo a passo.

tempo de poda oliveira