Como Plantar Acerola em Vaso – Guia

A acerola é um fruto rico em vitamina C, cuja planta pode se adaptar a várias condições climáticas, sendo produtiva durante todo o ano.  Aprenda como plantar acerola em vaso e como cuidar dela.

Como Plantar Acerola em Vaso: Características

Repleta de propriedades benéficas para a saúde humana, acerola é muito amada por seus consumidores, sendo cada vez mais comum ver em sacos de compras de mercearia. A alta concentração de vitamina C que ela possui também impulsionou a comercialização de frutas verdes para a fabricação de medicamentos.

Adaptada a diferentes condições climáticas, a acerola, que pode florescer e dar frutos várias vezes ao ano, também pode ser cultivada em vários tipos de climas.

A polinização da acerola depende da ação dos insetos polinizadores, portanto, a ênfase deve ser dada à presença de abelhas polinizadoras nas proximidades da cultura. Ter mais de uma variedade de acerola no mesmo pomar pode levar à polinização cruzada, o que beneficia a coleta de frutas.

acerola arvore fruta

Como Plantar Acerola em Vaso

É importante adquirir mudas de qualidade que são obtidas por enxertia ou estacas, que geram um pomar mais uniforme e produtivo.

1- Vamos preparar um grande vaso, para que ele possa crescer o máximo possível e dar mais frutos.

2- O solo deve ser argilo-arenoso e com muito boa drenagem.

3- Acrescentaremos um pouco de matéria orgânica ao solo previamente preparado.

4- Finalmente regaremos a acerola e a colocaremos em uma área quente com boa luz solar.

Como você verá, plantar acerola não é muito difícil, a seguir lhe diremos como cuidar dela para um crescimento adequado.

como plantar acerola em vaso

Como Plantar Acerola em Vaso – Cuidados

Já sabe como plantar acerola em vaso, agora vamos explicar como cuidar dela e assim ter sempre uma boa colheita.

Localização

Para que cresça adequadamente, é importante que se situe ao ar livre, ao sol ou à sombra (deve ser-lhe dada pelo menos quatro horas de luz direta).

Embora seja uma planta que ocupa relativamente pouco espaço, poderia ser interessante tê-la como espécime isolado ou a uma distância de cerca de dois a três metros de outros arbustos, ou árvores altas para que se possa desenvolver bem. As suas raízes não são invasivas.

É muito sensível ao frio. Resiste a temperaturas tão baixas como -2 graus Celsius, mas cresce melhor se a temperatura mínima for de pelo menos 10 °C. No caso de se viver numa zona onde ocorre geada, pode ser mantido em casa, numa sala iluminada e sem correntes de ar.

Solo ou Substrato

Solo: cresce em todos os tipos de solo, mas deve tenha uma boa drenagem para evitar o alagamento e subsequente apodrecimento do sistema radicular.

Substrato: se estiver num vaso, é aconselhável misturar o meio de cultivo universal para plantas com perlite, argila ou outro material semelhante. No recipiente como primeira camada, pode optar por colocar argila vulcânica.

Rega

A rega deve ser frequente. Deve ter-se em conta que é uma planta nativa de regiões onde chove regularmente, pelo ser necessário evitar que o solo ou substrato esteja seco durante demasiado tempo. Portanto, no verão deve ser regado três ou quatro vezes por semana, e durante o resto do ano a cada quatro ou cinco dias.

Em caso de dúvida, verificar a umidade. Para tal, basta inserir um pau de madeira fino (se sair praticamente limpo, pode ser regado como se estivesse seco), ou utilizar um medidor digital de umidade.

Fertilização

Durante todo o período de crescimento, ou seja, desde a primavera até ao final do verão, deve ser fertilizado com fertilizantes orgânicos, tais como guano, estrume ou fundição de minhocas. No entanto, se estiver numa panela, é muito importante utilizar fertilizantes líquidos para que a drenagem não seja dificultada.

A quantidade dependerá de cada categoria de fertilizante, pelo ser aconselhável ler o rótulo para não o exagerar com a dose.

acerola fruta arvore