Início » Cacto e Suculentas » Sempervivum tectorum: Suculenta “Sempre Viva” Cuidados

Sempervivum tectorum: Suculenta “Sempre Viva” Cuidados

Divulgue para seus amigos e seguidores!

As plantas suculentas são muito atraentes para muitas pessoas. Elas são fáceis de cuidar, não precisam de muita água e oferecem uma enorme variedade de opções de cultivo no solo e em vasos. Uma delas é conhecida como Sempervivum tectorum, cujo nome comum é a Suculenta Sempre Viva. Neste artigo, falaremos sobre Sempervivum tectorum, suas principais características e um guia de dicas para seu cuidado, seja no jardim (ela tolera uma ampla gama de temperaturas) ou cultivada em vasos.

Como condição especial, adiantamos que devemos escolher um substrato bem drenado e controlar muito bem a rega. Caso contrário, os fungos que vivem em condições de pouca oxigenação não hesitarão nem por um segundo em apodrecer a planta em poucos dias.

Características da Sempervivum tectorum: A Suculenta Sempre Viva

O gênero Sempervivum inclui muitas espécies suculentas com folhas carnudas e baixa necessidade de rega. Entre elas, esse gênero e a espécie Sempervivum tectorum é um dos mais conhecidos e comercializados em viveiros.

A partir dessa espécie, são realizados cruzamentos naturais que geram espécies híbridas com diferentes características físicas, cores e hábitos de crescimento.

O Sempervivum tectorum oferece excelentes qualidades para o plantio no jardim, especialmente em ambientes xerófitos com solos arenosos e bem drenados e baixa pluviosidade.

É por isso que muitas variedades de suculentas é frequentemente cultivado em jardins costeiros ou em ambientes mediterrâneos, onde o calor do verão é sufocante. Também é adequada para o cultivo em jardins de pedras, combinada com outras espécies de cactos.

A Suculenta Sempre Viva também é comumente usado para cobertura do solo como espécie de cobertura do solo. Pode ser plantado em qualquer parte do jardim, especialmente em ambientes ensolarados. Combinado com outras espécies de cactos, suculentas ou cobertura do solo. Adequado para jardins costeiros, jardins de pedras, bordas de caminhos ou até mesmo em vasos e floreiras.

A Sempervivum tectorum floresce durante os meses de primavera e verão em condições ideais de cultivo e com luz suficiente. Produz vários grupos de flores de 12 a 16 pétalas, com tons arroxeados e rosados.

caracteristicas sempervivum tectorum
Sempervivum tectorum: A Suculenta Sempre Viva

Principais Variedades da Sempervivum

 Como mencionado no início deste artigo, há muitas cultivares e subespécies de Sempervivum tectorum, dada a facilidade com que pode ser cruzada e hibridizada com outras espécies relacionadas. Todas elas têm aproximadamente 20 cm de altura.

Há centenas de variedades, mas você provavelmente precisará visitar um viveiro especializado para encontrar uma específica. Os viveiros comuns onde se pode comprar essa planta oferecem as principais, como estas:

  • Sempervivum tectorum ‘Boissieri’: folhas de cor bronze com pontas enferrujadas.
  • Sempervivum tectorum ‘Sunset’: folhas verdes brilhantes com tons de vermelho e laranja.
  • Sempervivum tectorum ‘Oddity’: folhas verdes brilhantes com bordas afiadas e pontas pretas.
  • Sempervivum arachnoideum: espécie aparentada com fios brancos em forma de teia na roseta.

Como Cuidar Sempervivum tectorum

O Sempervivum tectorum, também conhecido como “sempervivum”, “sempre-viva” ou “roseta de pedra”, é uma suculenta resistente e de fácil cuidado. Aqui estão algumas dicas para os cuidados da Suculenta Sempre Viva:

Localização e Clima

A localização de qualquer cacto ou planta suculenta é sempre condicionada pela disponibilidade de luz. Essa planta requer exposição total ao sol e iluminação completa.

Em termos de temperatura, ela pode suportar uma ampla gama de temperaturas, especialmente temperaturas quentes, embora também seja considerada uma planta resistente ao frio e à geada.

Se vivermos em uma área particularmente quente, podemos procurar um ambiente semissolar ou protegê-la do calor intenso.

Melhor Substrato Para A Suculenta Sempre Viva

As condições do solo de qualquer planta suculenta sempre dependem da drenagem ideal. Como se sabe, o sistema radicular dos cactos é muito pequeno, portanto, a maioria deles não suporta condições de alta umidade e sucumbe ao apodrecimento.

Portanto, seja no jardim ou cultivado em vasos, o mais importante é garantir um solo bem drenado, seja com a adição de areia, fibra de coco ou até mesmo matéria orgânica.

Quanto ao pH do solo, ele tolera várias condições, mas o ideal é entre 6,5 e 7,5, próximo ao neutro. Saiba como medir o pH do solo.

Alguns dos substratos ideais de alta drenagem para misturar com as formulações universais da loja são os seguintes:

  • Vermiculita
  • Argila expandida
  • Perlita

Se quiser preparar seu próprio substrato, pelo menos 50% deve ser composto por qualquer um dos substratos mencionados acima ou outro que garanta boa drenagem. A parte restante (50%) pode ser um substrato universal que pode ser comprado em qualquer loja comum.

Rega Sempervivum tectorum

A rega é um dos principais problemas de manejo para usuários iniciantes que compram cactos e suculentas em lojas e supermercados.

É preciso garantir que o substrato ou o solo seque completamente antes da próxima rega. Portanto, podemos fazer uma experiência colocando o dedo dentro do substrato para verificar a umidade.

Se houver um pouco de umidade, é melhor não regar.

Ao regar a Sempervivum tectorum, é melhor regar com moderação (1/5 do volume do vaso) e com muita frequência.

Logicamente, na primavera e no verão você terá que aumentar a frequência (mas não a quantidade!), sempre seguindo um protocolo rigoroso de permitir que o substrato seque antes da próxima rega.

Suculenta Sempre Viva cuidados
Como Cuidar a Suculenta Sempre Viva? Cuidar do Sempervivum tectorum é fácil! Ofereça luz solar, solo bem drenado, regas moderadas e remova folhas secas.

Como Fazer Muda Sempervivum tectorum

Fazer mudas do Sempervivum tectorum é uma maneira gratificante de propagar essa suculenta. Aqui está um passo a passo simples para fazer mudas:

A fazer muda de Sempervivum por meio de sementes começa com a colheita no outono, sendo indicada sua semeadura em canteiros protegidos a partir de fevereiro.

Essas sementes precisam de um pouco de frio para sua conservação, podendo ser mantidas ao ar livre, protegidas da umidade.

A temperatura ideal de germinação é entre 18 e 20 °C, podendo ser plantadas em vasos, escolhendo um substrato bem poroso e mantendo sempre uma leve umidade até a emergência da muda.

Pragas e Doenças Sempervivum tectorum

As plantas suculentas não costumam ter problemas excessivos com pragas, mas tome cuidado com a umidade, pois elas sofrem com o apodrecimento de fungos em condições de alta umidade.

Uma das mais comuns, a podridão da coroa, aparece em condições de solo excessivamente úmido e raízes não desenvolvidas.

Em condições de alta umidade ambiente, ela também pode sofrer de uma doença conhecida como ferrugem de Endophyllum, causada por um fungo.

Ambos os problemas podem ser evitados com o plantio em condições secas.

pragas e doencas sempervivum tectorum suculenta
O Sempervivum tectorum é geralmente resistente a pragas e doenças, mas ainda pode enfrentar alguns problemas.

Conclusões Finais

Em resumo, o Sempervivum tectorum (a Suculenta Sempre Viva) é uma suculenta deslumbrante, resistente e de fácil cuidado, perfeita para adicionar beleza e vida ao seu jardim. Sua capacidade de sobreviver em diversas condições climáticas, sua propagação simples e sua variedade encantadora fazem dessa planta uma escolha popular entre os entusiastas de suculentas. Desfrute dessa maravilhosa suculenta e aproveite seus encantos duradouros.


Divulgue para seus amigos e seguidores!

Sobre João Pintos

João Pintos é engenheiro agrônomo formado pela Universidade Federal de Minas Gerais e pesquisador da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, no Departamento de Solos. Atualmente, João trabalha como consultor agronômico em tempo parcial para empresas como BASF, Nidera, Syngenta, GDM e Don Mario Semillas, enquanto ele escreve com sua esposa, Aparecida, e juntos eles desenvolvem ComoFazerTodo.com para os entusiastas da jardinagem e do melhoramento da casa.

Deixe um comentário