Orquídea Vanda – Como Cuidar e Fazer Mudas

Orquídeas Vandas são orquídeas que produzem flores grandes, brilhantes e arredondadas. Talvez uma da orquídea Vanda mais conhecidas seja a Vanda coerulea, por causa de suas flores azuis exóticas, porém, as cores de suas flores são muito variadas: amarelas, vermelhas, laranjas…

Deve-se dizer que a Vanda não é exatamente uma orquídea para iniciantes, existem outras variedades de orquídeas que são mais fáceis de cuidar. São grandes e precisam de cuidados muito específicos em termos de umidade, temperatura, luz e ar, que não são fáceis de reproduzir em uma casa. Elas são mais como orquídeas de estufa… e nem todos podem pagar por elas.

No entanto, para o verdadeiro entusiasta de orquídeas, possuir e cuidar de uma Vanda é um desafio.

Muitas pessoas dedicam muito tempo e esforço para conseguir que suas orquídeas exibam algumas das flores mais espetaculares e atraentes da natureza.

Mas, deve ser dito, cada vez mais orquidófilos estão se concentrando em conseguir exemplares menores para facilitar o atendimento em casa.

Características Das Orquídeas Vanda

Para entender que desafio estamos enfrentando, é necessário saber um pouco mais sobre as orquídea Vanda.

São orquídeas de origem asiática, do Sri Lanka à Nova Guiné, passando pela China, Índia, Filipinas e Austrália tropical.

Existem cerca de 60 espécies diferentes de Vanda, das quais foi gerada uma grande variedade de híbridos.

A Vanda mais conhecidas são Vanda coerulea, Vanda coerulescens e Vanda tricolor.

São uma espécie epífita ou litófito: em seu habitat é possível vê-los nos galhos das árvores e em ocasiões menores (litófito) crescendo sobre ou entre as pedras.

Seu crescimento é monopodial, crescem a partir de uma única haste, da qual surgem raízes robustas e grandes com pequenos poros, através dos quais absorvem umidade e nutrientes. As folhas alongadas e estreitas crescem alternadamente, em uma progressão semelhante a uma escada.

Os espécimes mais antigos são frequentemente muito ramificados e, se não forem divididos, podem crescer em grandes plantas.

Suas flores aparecem do caule central, protuberantes das folhas. Mais de 10 flores podem aparecer de um pé de flor.

Como Cuidar Da Orquídea Vanda

A orquídea Vanda é uma planta que precisa de um clima quente. Eles não exigem muito cuidado, além dos cuidados habituais para este tipo de planta. Este tipo de orquídea é muito grato se você seguir as diretrizes indicadas para o seu correto crescimento. De fato, se a planta estiver feliz com seus cuidados, ela nos oferecerá um espetáculo muito bonito com suas flores grandes e coloridas.

Se você é um entusiasta de orquídeas, recomendamos nosso artigo sobre como cuidar da orquídea phalaenopsis.

>>>> OFERTA Orquídea Vanda Tricolor <<<<

como cuidar da orquidea vanda

Quais São Suas Necessidades De Iluminação?

Vanda precisa estar em um lugar bem iluminado, e embora alguns espécimes possam se aclimatar a viver em pleno sol, eles geralmente não parecem muito saudáveis.

Idealmente, eles devem ser mantidos perto de uma janela voltada para o sul, mas onde a luz que eles recebem é filtrada através de uma cortina de rede ou cega.

Os espécimes que podem ser mantidos ao ar livre são melhores em uma área bem iluminada, mas à sombra, sem a luz direta do sol.

Uma boa localização poderia ser um alpendre ou uma varanda.

Rega, Necessidades De Água E Umidade

Se você tiver a oportunidade de ter orquídea Vanda ou ir a um lugar onde elas são vendidas, você verá que elas são geralmente expostas em cestas suspensas.

Esta é a melhor opção para a Vanda, embora também seja possível encontrá-las em potes de plástico transparente.

Nos cestos pendurados e sem substrato, veremos como suas raízes se projetam e caem livremente ao chão.

Para este tipo de cultivo, é necessário regar frequentemente, até duas regas por dia durante os períodos mais quentes.

Se você notar que as raízes são esbranquiçadas ou têm uma tonalidade prateada, elas devem ser regadas até que mudem de cor. Uma vez que tenham mudado de cor, aguarde alguns minutos e regue-os novamente.

Podemos nos encontrar numa situação em que observamos que a planta está muito desidratada, nestes casos podemos pegar a orquídea e mergulhá-la em um balde de água até que ela se reidratar.

Eles precisam de uma alta umidade ambiente, entre 70% e 80%. A maneira de conseguir isso em plantas penduradas em uma cesta é por meio de um umidificador ou, na falta deste, por meio de uma pulverização constante sobre a planta e suas raízes.

Como Adubar Orquídea Vanda?

As orquídeas precisam de muitos nutrientes, especialmente se quiserem florescer regularmente.

Durante a estação de crescimento, fertilizante líquido diluído para orquídeas deve ser adicionado pelo menos uma vez por semana.

Vanda cultivada em vaso pode receber regularmente fertilizantes de liberação lenta, além dos fertilizantes líquidos.

como adubar orquidea vanda

Que Temperatura Deve Ser Mantida?

Estas orquídeas precisam de muito calor para prosperar. As temperaturas mínimas não devem cair abaixo de 10 °C e as temperaturas máximas não devem exceder 35 °C.

As temperaturas ideais devem estar entre 20 °C e 35 °C durante o dia e entre 15 °C e 20 °C durante a noite.

Embora possam tolerar temperaturas mais baixas em certos momentos, a exposição prolongada afetaria seu crescimento e floração.

Abaixo de 10 °C há o risco de que as orquídeas atrasem a floração, ou mesmo percam a floração por um ano, com exceção da Vanda coerulea, capaz de resistir a temperaturas significativamente mais baixas.

Quando A Orquídea Vanda Floresce?

A orquídea Vanda conseguem florir durante todo o ano, mas isto depende de suas condições de crescimento.

Se as condições de crescimento forem ideais, com muita luz, calor e umidade adequada, elas florescerão a qualquer momento.

Uma vez que as flores aparecem, elas podem durar várias semanas sem desbotar.

>>>> OFERTA Orquídea Vanda Tricolor <<<<

quando a orquidea vanda floresce

Vaso Para Orquídea Vanda

São plantas de crescimento muito rápido, que em pouco tempo são incapazes de serem mantidas em um vaso.

O ideal seria que estas orquídeas fossem mantidas em cestas, sem qualquer tipo de substrato. As cestas não precisam ser cestas especiais de orquídeas, qualquer cesta serve.

O importante é que eles sejam bem apoiados pelas raízes ou, se necessário, nós os apoiamos, para evitar que caiam ou que as flores dominem a cesta.

É possível encontrar Vandas em todos os tipos de recipientes, sem a necessidade de adicionar substrato, e alguns jardineiros até os seguram pelo caule e os penduram.

>>>> OFERTA Vaso para Orquídea Vanda <<<<

Como Fazer Muda Da Orquídea Vanda

A orquídea Vanda frequentemente produzem Keikis, como outras orquídeas. Estes Keikis são um pouco diferentes, por exemplo, dos Keikis da orquídea Phalaenopsis, pois aparecem a partir das raízes e não nos caules das flores.

Quando isso acontecer, teremos a oportunidade de reproduzir a orquídea Vanda, obtendo um novo exemplar que eventualmente nos oferecerá um bom conjunto de novas flores.

Vamos ver como fazer muda da orquídea Vanda:

  • Primeiro de tudo, as raízes da Vanda devem ter produzido um novo botão de orquídea, que deve ser cortado quando tiver um tamanho considerável. Não é uma boa ideia apressar e cortá-lo quando ainda é pequeno, porque não terá um sistema de raiz adequado.
  • Desinfecte bem a tesoura de corte, para não espalhar nenhum tipo de doença à orquídea.
  • Proceder cuidadosamente, com a intenção de remover o menor número possível de raízes da orquídea principal.
  • Aproveite a oportunidade para remover todas as raízes secas.
  • Faça cortes limpos e acrescente canela para curar e desinfetar.
  • Não regar por pelo menos uma semana. Os cortes devem ser permitidos para curar.
  • Uma vez separados, teremos duas orquídea Vanda exatamente iguais.
  • O processo é delicado, pois estamos cortando seu sistema radicular, mas não é difícil de fazer.
como fazer muda da orquidea vanda
Como fazer muda da orquídea vanda.

Algumas Dicas Para O Cuidado Das Orquídeas Vanda

No grupo de orquídea Vanda, existem 60 espécies conhecidas, mas é mutável. Às vezes, algumas dessas orquídeas são reclassificadas e acabam em um grupo diferente.

O que eu quero que você entenda é que as dicas acima são bastante genéricas e se aplicam ao gênero Vanda, mas sem entrar nas necessidades de uma orquídea específica.

Estas orquídeas são muito sensíveis, pois são geralmente cultivadas sem substrato. Eles são sensíveis à umidade, irrigação, luz…

Vandas que estão em condições ótimas geralmente florescem várias vezes ao ano, com flores de cores vivas.

Se estiverem doentes ou não tiverem as condições adequadas, perderão gradualmente suas folhas, até ficarem apenas com o caule.

As folhas devem ser de verde a verde claro, sem manchas escuras. Se observarmos que aparecem manchas nas folhas, este é o primeiro aviso de um problema, que pode ser a falta de água.

Espero que estas dicas o ajudem a ter ótimas orquídeas Vanda. Eles são um desafio, mas as recompensas valem bem o esforço.

cuidados das orquideas vandas