Como Regar Orquídea – Passo a Passo

As orquídeas são uma família inteira de plantas muito apreciadas na jardinagem e decoração por suas grandes flores de formas e cores marcantes. A família é enorme, com mais de 25.000 espécies, portanto, há uma grande diversidade de aspectos entre elas, e até mesmo de necessidades. Entretanto, as orquídeas são notórias por serem muito difíceis de serem cuidadas e, por esta razão, muitos entusiastas iniciantes não se atrevem a obter uma destas belas plantas. Aprenda tudo sobre como regar orquídea neste artigo.

Quando Regar Orquídea

O excesso de água é um dos maiores problemas que matam orquídeas em casas. Estas plantas tropicais estão acostumadas a viver em ambientes úmidos e absorvem constantemente a umidade com suas raízes expostas. No entanto, o excesso de irrigação faz com que a planta morra muito facilmente.

Cada uma delas tem necessidades diferentes de irrigação, pois existem orquídeas cujas raízes são visíveis e nos avisam com sua cor quando a orquídea precisa de água, enquanto outras têm pseudobulbos nos quais armazenam água, que diminuem quando a planta precisa de irrigação.

Como não existe uma fórmula universal para quando regar orquídeas, você deve saber que espécies de orquídeas você tem, e descobrir quais são suas necessidades específicas. Se você estiver com pressa e não tiver acesso a estas informações imediatamente, você pode se concentrar em regar sua orquídea quando seu substrato estiver prestes a perder completamente a umidade. Para ter certeza disso, tente enfiar seu dedo ou um bastão de madeira cuidadosamente no solo, ou no substrato para verificar o nível de umidade do substrato. Também, no caso de orquídeas com raízes expostas, tenha em mente que quando estão hidratadas, elas são verdes e, por outro lado, quando as raízes são brancas, elas precisam de água porque já secaram.

Obviamente, em casas mais frias, as orquídeas precisarão de menos irrigação contínua, enquanto em casas mais quentes, precisarão de mais água. Assim, mais ou menos, haverá climas onde é mais frio e você poderá deixar passar 10 ou 15 dias entre a rega e, por outro lado, outros climas onde é muito quente e você terá que regar 1 ou 2 vezes por semana porque a água no ambiente evaporará muito mais rápido.

orquídea branca

Como Regar Uma Orquídea

As orquídeas são geralmente mantidas em vasos especiais para este tipo de planta, com orifícios de drenagem na base e nos lados, e às vezes feitas de um material transparente que permite ver suas raízes, precisamente para ter um melhor indicador de umidade e permitir que o mais leve chegue até elas.

Visto que você tenha assegurado que o vaso tenha orifícios de drenagem e que o substrato seja suficientemente leve para permitir a passagem rápida da água, você pode regar sua orquídea seguindo estas etapas e pontas:

1- Pegue sua planta e coloque-a sob um fluxo constante e suave de água. Se você puder usar um acessório para espalhar o fluxo em vez de se concentrar em um único feixe, como um chuveiro leve, use-o.

2- Segure a planta debaixo d’água por um minuto, verificando se todo o excesso de água drena para fora dos orifícios de drenagem sem estagnar no vaso.

3- Após esse minuto, retire a orquídea da água, pois ela já terá absorvido grande parte da água que necessita.

4- Neste ponto, é importante notar que a maior parte da água já foi drenada. Se o solo ou substrato retiver muita água, o substrato é muito denso para a orquídea e você terá que trocá-lo por um mais leve, pois corre o risco de se afogar.

orquídea em vaso

Como Regar Orquídeas Em Vaso

Encha um prato um tanto profundo com água.

Coloque a orquídea na água, certificando-se primeiro de que ela tenha um substrato adequado e um vaso com furos que permitam uma boa drenagem.

Deixe a planta absorver a água através das raízes por no máximo 10 minutos, mas se antes deste tempo você vir que todas as raízes já estão verdes, você pode retirar a planta do prato com água. Você terá então notado que o nível da água caiu muito e que a cor das raízes mudou de uma cor esbranquiçada para uma cor verde saudável.

Deixe o vaso em outro recipiente maior e vazio, pia, chuveiro ou banheira para drenar o excesso de água para que não volte para as raízes. Se você tiver usado um recipiente sem dreno, certifique-se de esvaziar o recipiente até que a orquídea não esteja mais derramando água.

Visto que você veja que não há mais água saindo do vaso da orquídea, deixe-o de volta em seu lugar habitual para permitir que a luz do sol o alcance.

Além disso, é aconselhável realizar a rega pela manhã, para que a planta tenha o dia todo para eliminar o excesso de umidade, graças ao calor do sol. Tenha também em mente que as orquídeas também apreciam ser regadas várias vezes ao dia, com pouca água, para simplesmente manter um alto nível de umidade ao redor de suas folhas e flores.

como regar uma orquídea

Erros Comuns ao Regar Orquídeas

Finalmente, aqui estão alguns dos erros mais comuns ao regar orquídeas, para que você possa evitá-los e cuidar melhor de sua planta:

1- Como já dissemos, o erro mais comum e perigoso é regar com muita frequência. As raízes das orquídeas apodrecem muito facilmente quando a umidade no solo é excessiva, portanto, não se esqueça de regar em excesso.

2- Outro erro comum é regar as orquídeas durante a noite. As condições noturnas causam a estagnação da água não só no solo mas também nas folhas ou flores da planta, o que atrai doenças como fungos.

3- Finalmente, outro erro comum é não saber que tipo de orquídea temos, portanto, não saber reconhecer quando ela precisa de água. É preciso conhecer a planta e saber prestar atenção a ela para cuidar dela adequadamente, então olhe para a cor de suas raízes, que vai mudar quando ela precisar de água ou os pseudobulbos nos quais ela armazena líquidos, que se eles forem muito finos em sua estação de crescimento, significará que eles precisam de água.

orquídea