Como Plantar Morango – Guia Definitivo

Como Plantar e Cultivar Morango em Casa e no Quintal

Cultivar morango a partir de sementes, estolões ou plântulas. Aprenda como colher na primeira estação durante todo o verão e manter as plantas por muitos anos. Este é o guia definitivo, passo a passo, para aprender tudo sobre como cultivar e como plantar morango, em casa e no quintal. Mudas e cultivo de todo tipo.

Como Plantar Morango: Vantagens do Cultivo

Plantar e Cultivar morangos é fácil e reconfortante porque eles darão frutos em sua primeira estação! Se você esperar até o próximo ano, a planta será mais produtiva. Os morangos crescem no chão, em canteiros e em vasos!

Os morangos não precisam de recipientes muito profundos para crescer, é por isso que o cultivo em vasos é fácil. Perene de verdade, cada planta florescerá por muitos anos. Embora os morangos sejam perenes, alguns lugares após os invernos gelados os cultivam como plantas anuais. As diferentes variedades de morangos facilitam seu cultivo combinado.

O cultivo de morangos a partir de suas sementes é uma tarefa complicada, pois leva tempo para germinar e o sucesso é baixo. Entretanto, é simples a partir de mudas adquiridas anteriormente ou reproduzindo as plantas por estolões (corredores).

Os morangos têm água, fibra e muito quase zero calorias. Por isso é recomendável perder peso. Esta fruta é uma grande fonte de Vitamina C, Potássio e Cálcio.

Após a colheita, o melhor é apreciá-la fresca e em alta estação, recomendamos que você aproveite e prepare compotas que durem o ano todo. Você também pode preparar uma polpa de morango e congelá-la para fazer sucos saborosos.

A fruta processada é consumida em sorvetes, licores, geléias, sucos, purês, produtos lácteos e geléias, entre outros alimentos. Confira algumas receitas no final do artigo.

Como Plantar Morango: Sementes e Variedades

Existem diferentes tipos de morangos. As variedades de morangos (Fragaria ananassa D.) são classificadas de acordo com suas necessidades de horas do dia.

Variedades de dias curtos: são aquelas que respondem a períodos fotográficos de menos de 14 horas de luz. Este grupo geralmente apresenta dois períodos de colheita no ano. Alguns exemplos: Camarosa, Camino Real, Safari, Mojave, Sabrina, Saara.

Variedades diurnas neutras: não respondem ao número de horas do dia (duração do dia) e só precisam de temperaturas do solo acima de 12 °C para produzir flores. Sua produção é mais homogênea durante toda a estação. Elas respondem adequadamente aos sistemas forçados sob túneis ou estufas. Por exemplo, a produção de flores é mais homogênea durante toda a estação: San Andreas, Portola, Monterrey, Amandine, Cristal.

Em termos gerais, podemos distinguir o seguinte:

Colheita perpétua – Os morangos sempre plantados produzem duas colheitas separadas a cada ano. Sua primeira colheita amadurece na primavera, seguida por uma segunda colheita mais pesada de bagas menores no início do outono. As variedades populares incluem Ogallala, Dunlap, Geneva, Ozark Beauty e Superfection.

Morangos alpinos – As frutas são minúsculas e deliciosamente doces e são semelhantes aos morangos que você encontra crescendo selvagens. Os morangos alpinos não enviam corredores. Em vez disso, eles formam montes compactos que são perfeitos para o cultivo de hortaliças, flores ou ervas daninhas.

Variedade neutra durante o dia – Esta variedade produzirá frutas durante todo o verão. Independentemente da duração do dia, eles produzirão flores e frutas. Algumas variedades recomendadas para o dia neutro são Tristar, Tribute, e Brighton.

Se você quiser fazer morangos enlatados, a variedade precoce produz a maior safra de cada vez. A colheita precoce ocorre no final da primavera, início do verão.

Se você quiser desfrutar de morangos por um período mais longo, escolha uma colheita perpétua. Estes morangos não são perpétuos, mas são chamados assim; produzem 2 a 3 safras por estação, na primavera e no outono, e são ligeiramente menores em rendimento do que seriam obtidos com a colheita antecipada. Embora os morangos sejam perenes, alguns lugares após os invernos gelados os cultivam como plantas anuais.

Idealmente, o que você precisa fazer é plantar alguns para a colheita antecipada e outros para a colheita perpétua.

>>>>>>>> OFERTA Sementes de Morango Sensação <<<<<<<<

como plantar morango cuidado morango

Como Plantar Morango: O Solo para Morangueiro

Um passo fundamental para entender como plantar morango é preparar o solo. Agora aprenda como preparar o solo.

O solo para Morangos deve ser ácido (pH 5,8 -6,5). O cultivo prosperará melhor com solo orgânico. Fertilizante necessário 4-3-6 NPK (significando 4% de Nitrogênio, 3% de Fósforo, e 6% de Potássio). As plantas de morango podem ser cultivadas em diferentes tipos de solos, desde solos pesados a leves (solos arenosos), mas ligeiramente ácidos.

Os morangos precisarão de um substrato com boa drenagem para evitar doenças causadas pelo excesso de umidade. O solo deve ser rico em matéria orgânica. Aqueles compostos de húmus de minhoca são recomendados.

Como Plantar Morango: Preparar a Cama

Um passo fundamental para entender como plantar morango no quintal é preparar as camas do solo. Os morangos requerem um canteiro bem drenado e livre de ervas daninhas.

Escolha terras altas, com boa fertilidade e drenagem. É conveniente que tenha um certo declive para evacuar o excesso de água em períodos de alta pluviosidade.

A plantação deve ser feita em canteiros elevados (25 cm de altura mínima) e separada de centro a centro com 1,20 m.  Uma linha dupla escalonada é plantada na parte de trás, 30 cm entre as duas linhas e distância igual entre as plantas.

Quando as ervas daninhas tiverem desaparecido e antes de plantar morangos, espalhar uma camada de adubo e compostagem de 5 – 8 cm, fertilizando a área. Aplique um fertilizante completo, como 5-10-5 NPK (significando 5% de Nitrogênio, 10% de Fósforo, e 5% de Potássio). Como os morangos têm raízes rasas, quase superficiais, eles precisam ter os nutrientes próximos à superfície, fertilizando a zona superior.

Se você pretende cultivar morangos orgânicos, saiba mais sobre a fertilização orgânica aqui.

Rejuvenescimento de Cama Velha

Um remendo bem cuidado de morango pode durar até cinco anos. Para renovar um leito de fila fosca, corte as plantas de volta com um cortador rotativo a uma altura de corte 10 cm. Alimentação com um fertilizante 5-10-5 e água. Para evitar doenças e problemas de insetos, substituir as plantas após cinco anos.

Como Plantar Morango em Vaso

Durante o cultivo, será necessária terra para envasar plantas que amam ácido e fertilização. O vaso suspenso é uma opção maravilhosa para o cultivo de Morangos. As raízes são superficiais, portanto, as plantas de morangos em vaso não precisarão mais do que 10 cm.

como plantar morango em vaso

Como Cultivar e Plantar Morango de Estolões

Semear e germinar a partir de sementes de morango pode ser complicado. Por esta razão, o cultivo de morangos é geralmente feito a partir de mudas adquiridas anteriormente, ou reproduzindo as plantas por estolões (dos estolhos, corredores ou runners).

Nem todas as variedades de frutas desenvolvem estolões. Da mesma forma, quando a variedade produz estolões, sua formação depende das horas de luz e da temperatura. Entretanto, quando há estolons, a reprodução de morangos utilizando estes é outra possibilidade de reprodução muito mais eficaz e menos trabalhosa do que a reprodução por sementes, quando há uma cultura anterior. Os brotos laterais que saem da base do caule (é um caule rastejante) são chamados o estolho ou estolão, de estolões ou “corredores” devido a seu padrão de crescimento horizontal até a linha do solo. Raízes adventícias são produzidas ao longo do estolho que, uma vez enraizadas e separadas da planta-mãe, podem dar origem a uma nova planta.

sementes estolões plântulas morango como plantar morango em vaso em casa

A chave para fazer com que a reprodução de estolões funcione é enraizá-la. Use pequenos pedaços de metal ou madeira em forma de U para evitar que o estolon se mova e desenterre. Não danifique as raízes adventícias do estolho, elas ainda são fracas, mas um bom e prolongado contato com o substrato irá fortalecê-las. Procure que o estolon não seja movido pelo vento. Aplique regas regulares para evitar que o substrato seque. À medida que o estolon se desenvolve, ele vai retirando novas folhas. Somente então ele poderá ser separado da mãe e uma nova muda terá sido gerada.

Como Plantar Morango de Sementes

Um passo fundamental para entender como plantar morango é aprender a semeadura correita. O morango é o único fruto na natureza que contém as sementes na superfície externa. Os pontos na superfície são as sementes. Cada morango tem entre 150 e 200 sementes em sua superfície.

Aqui as dicas de como cultivar morangos a partir de sementes. A maioria das variedades da Fragaria vendidas nos mercados são híbridos e estas sementes tendem a não germinar adequadamente. Por este motivo, é aconselhável comprar sementes de uma variedade adequada para cultivar a partir de sementes, ou seja, não reutilizar as sementes híbridas que vêm quando compramos morangos.

A melhor época para fazer esta semeadura é entre o final do verão e o início do outono. Primeiro, colocar as sementes com um pouco de água no refrigerador por alguns dias antes de semeá-las. Prepare o recipiente com vários buracos no fundo e adicione terra orgânica à cama de sementes. O contêiner não precisa ser profundo. Umedeça o substrato e espalhe as sementes, deixando-as cair suavemente sobre o substrato. Como se trata de sementes de germinação difícil, é aconselhável semear muito mais sementes do que as plantas que você espera obter. Cobrir levemente as sementes com 1 cm de substrato e regar a cama de sementes a cada 3 a 5 dias.

As sementes precisam de um ambiente úmido e uma temperatura entre 18 – 25 ºC. Pode ser muito útil cobrir com nylon transparente para criar um efeito-estufa. Pode ser cuidada em ambientes internos para manter condições mais favoráveis de temperatura e umidade.

Mantenha-se coberto até ver que as mudas têm 4 – 5 cm de altura. Depois você pode transplantar as mudas em pequenos recipientes individuais.

Lucro – Tenha certeza de que você planta o suficiente.

Cada planta deve produzir de 1 a 2 xícaras de morango por estação. Tenha em mente que as primeiras colheitas produzirão mais de 1 mês e os outros tipos se estenderão durante a estação de crescimento.

Quando e Como Mudar os Morangos

As mudas obtidas das sementes ou obtidas nos viveiros ou dos estolões (corredores) de sua planta anterior devem estar prontas para serem transplantadas para seu local final ao ar livre ou em vasos, durante a primavera e o outono.

O melhor momento para transplantar é quando não há temperaturas extremas, especialmente quando não está muito frio.

Escolha um Local Antes de Plantar

Os morangueiros crescem muito bem quando apanham sol direto durante o dia, embora o sol não seja necessário. Um passo fundamental para entender como plantar morango é escolher un local antes de plantar. Lembre-se que também é possível cultivar os morangos em uma panela e dentro de casa.

Escolha um local semi-sombreado. Se possível, sem luz direta nas horas de pico. A superfície do solo não deve estar seca, e será necessário manter a umidade o tempo todo. Os morangos precisarão de umidade alta. Entretanto, não permita que seus morangos fiquem em solo úmido, caso contrário, eles desenvolverão apodrecimento das raízes e se decomporão rapidamente.

Dependendo das condições de crescimento de suas plantas, os morangos estarão prontos para a colheita do final da primavera até o outono, embora geralmente as produções mais abundantes ocorram no final do verão.

Plantio de Cama para Morangos

Um passo fundamental para entender como plantar morango no quintal é preparar as camas. Para camas, transplante os brotos, deve ser cerca de 15 – 25 cm de separação entre as plantas. A técnica para esta separação usada para o cultivo de morangos dependerá do tamanho da baga e do rendimento que se deseja. O plantio próximo e denso resulta em rendimentos pesados de bagas menores, e o plantio aberto e bem espaçado oferece um rendimento menor, mas bagas maiores.

A principal diferença entre cada sistema é o que você faz com os corredores (estolões), as plantas bebês que se desenvolvem a partir da planta principal. Por exemplo, para as bagas grandes e um canteiro de morangos bem cuidado, coloque as plantas 30 cm separadas em filas espaçadas cerca de 46 cm separadas. Remova todos os corredores conforme eles se desenvolvem. Este método resulta em plantas centrais saudáveis e fortes que suportam bagas de tamanho máximo.

A planta morangueiro tem um centro chamado coroa, do qual emergem caules e folhas. A profundidade de plantio adequada deve ter prioridade máxima quando se estabelece novas plântulas de morango. A coroa deve ser plantada ligeiramente acima da linha do solo. Combine a nova linha de solo com a profundidade que a planta cresceu no viveiro. Certifique-se de que as raízes estejam completamente subterrâneas, mas evite cobrir a coroa. Para cada planta, você cave um buraco 5 – 8 cm de profundidade e largura suficientes para permitir que as raízes se espalhem em um círculo. Em seguida, empilhe o solo no centro do buraco para que a coroa fique um pouco acima do nível do solo.

como plantar morango no quintal cama corredor morango

Encha o buraco e depois regue bem. O solo tende a afundar à medida que se afunda, portanto verifique se a coroa ainda está acima do nível da superfície do solo. Caso contrário, ajuste e plante o resto das plantas um pouco mais alto.

Para aqueles que estão procurando fazer um plantio em larga escala, eles podem mergulhar as mudas por 10 minutos em uma mistura de fungicida e estimuladores biológicos de enraizamento, como Inicium e Azospirillum. Continue plantando as mudas no dorso até a altura da coroa, evitando que as raízes sejam torcidas. Finalmente, apertar o solo ao redor da muda. Após o plantio, o lote deve ser devidamente regado por aspersão ou, na falta desta, irrigação por gotejamento, que deve ser curta e freqüente, mas espaçada no tempo para molhar todo o dorso.

Outro cuidado no pós-plantio é o controle periódico das formigas, já que em pouco tempo elas podem danificar muitas plantas.

O mulching (o cobertura) é uma enorme vantagem no cultivo de morangos. O “mulch” pode ser natural (uma cobertura com folhas) ou uma cobertura plástica de polietileno (branco ou preto). Suas principais vantagens são o controle de ervas daninhas, a conservação da umidade do solo, a manutenção da fruta limpa, já que não descansa no solo, melhorando a temperatura do solo e evitando a lixiviação de nutrientes. Para as culturas em casa, a palha é a escolha mais óbvia.

Uma camada profusa de cobertura morta ajudará a manter a fruta limpa, conservando a umidade e suprimindo as ervas daninhas. Ela também mantém as raízes a uma baixa temperatura, que os morangos gostam, e evita que os morangos toquem o solo, onde podem ter todo tipo de problemas com insetos e patógenos. Se você não gosta do aspecto da palha, você pode usar aparas de grama, folhas trituradas, ou agulhas de pinheiro.

Morangos em Vaso

As plantas de morango não exigem uma grande profundidade de solo, então com pequenos vasos, cerca de 10 cm de profundidade, seria suficiente. Seja em interiores ou ao ar livre, os morangos em vasos irão prosperar. Seu vaso de morangos não precisará necessariamente de sol direto, mas você pode colocá-lo ao lado de uma janela sem nenhum inconveniente.

Como Cuidar do Cultivo de Morango – Interior e Exterior

As plantas de morango vão precisar de tempo para se estabelecerem. Remova todas as flores que foram colocadas durante as primeiras 4-6 semanas após o plantio. Essas flores consomem muita energia das plantas e removê-las coloca essa energia e todos os recursos vegetais na construção de um sistema de raízes forte, plantas saudáveis e muitos estolões.

Mulching ou Cobertura do Morangos

Dê às plantas de morango uma cobertura morta de inverno após a primeira geada de outono. Na primavera, solte a cobertura morangueira enquanto as plantas ficam verdes, mas não a remova completamente até que as temperaturas estejam quentes de forma confiável.

Mantém as raízes frescas e evita doenças e infestações por insetos enquanto cuida de sua cultura de morango longe de tocar o solo. Uma espessa camada de palha macia é a chave para mantê-las seguras. 

Temperatura

Os morangos são apropriados para o cultivo de clima temperado suave a frio, os morangos adaptam-se muito bem a um alto teor de umidade e a uma temperatura média anual entre 15 – 25 °C durante o dia e entre 8 – 13 ºC à noite. As culturas podem adaptar-se bem com mínimos não inferiores a -5 -6° C e máximos absolutos superiores a 35 °C.

O morango se adapta a diferentes climas, expressando melhor seu potencial em áreas quentes, livres de geadas e ventos primaveris, sem chuvas durante o período de colheita ou altas temperaturas de setembro a março. Nas áreas costeiras a cultura pode ser produzida com antecedência, permitindo que o mercado seja abastecido quando há pouca oferta de frutas.

As variedades respondem às horas do dia e à temperatura fria recebida antes do plantio. Estes fatores afetarão o rendimento final.

Um fornecimento normal de frio produzirá rápido crescimento foliar, diferenciação normal dos botões das flores e baixa emissão de estolões; em outras palavras, uma planta muito equilibrada com grande potencial de produção.

As plantas entram em recesso ou dormência com temperaturas entre 0°- 7 °C. Neste período há um acúmulo de reservas em forma de carboidratos na coroa e raízes principais. Geralmente ocorre a partir do final do outono e inverno, caracteriza-se pelo pequeno tamanho das folhas, que assumem uma cor roxo-avermelhada.

Para quebrar a dormência, na maioria dos casos, algumas horas de frio devem ser adicionadas em câmaras frigoríficas 2 – 5 °C por alguns dias antes do plantio, e isto deve ser adicionado àqueles obtidos anteriormente no viveiro. Quanto mais frio, mais botões vegetativos.

O número de horas frias necessárias para alcançar o desenvolvimento e bons rendimentos é diferente para cada variedade. Em geral, as exigências variam de 380 a 700 horas acumuladas de temperaturas entre 0 – 7 °C, no início do outono.

Horas de Luz ou Foto-Tempo

Refere-se ao número de horas de luz do dia por dia tem, também chamado de duração do dia, um fator de influência na formação de botões de flores, crescimento vegetativo, desenvolvimento de estolhos, tamanho das folhas e comprimento de seus pecíolos, quantidade e qualidade dos frutos.

Dias longos: dias com mais de 12 horas de luz. Favorecem o crescimento de botões assexuais ou vegetativos, ou seja, o desenvolvimento de folhas e estolões. Estes últimos começam sua emissão com 12 a 14 horas de luz e diminuem com menos de 10 horas. A área foliar e a extensão dos pecíolos aumentam com a duração do dia, sendo maiores no final da primavera e diminuem no início do outono.

Dias curtos: entre 8 e 11 horas de luz por dia favorecem o crescimento de botões sexuais ou frutíferos.

As névoas matinais simulam como fotoperíodos curtos que, junto com as temperaturas frias, permitem colheitas mais longas.

Outono: a planta desacelera seu desenvolvimento e inicia o período de dormência.

Inverno: com o fotoperíodo curto e temperaturas mais baixas, começa a dormência foliar e o desenvolvimento folicular.

Primavera: Fotoperíodo mais longo, temperaturas médias. Desenvolvimento vegetativo, crescimento de botões de flores e frutificação.

Verão: Fotoperíodo longo, superior a 12 horas. Altas temperaturas. Diminuição da floração, grande emissão de estolões.

Rega Morangos

O morango é uma cultura que requer um abastecimento constante de água na primavera e no verão. A qualidade da água é essencial, pois a planta do morango é muito sensível a elementos químicos. A água não deve ter condutividade elétrica maior do que 0,8 dS/m. Quanto maior o valor, maior o esforço requerido pela planta para extrair a água, afetando a produção final. Para a jardinagem em casa, a água destilada é uma opção.

No momento do plantio, as raízes ainda não desenvolveram raízes fibrosas e laterais para absorver água e nutrientes. Elas sentirão facilmente o excesso de água e desenvolverão apodrecimento das raízes se houver umidade excessiva e descontrolada e se decomporão rapidamente.

A necessidade mínima de água é de 600 mm por ano.  Frequência tentadora: Duas vezes ao dia durante o verão e 2 a 3 vezes por semana durante o inverno. O cultivo será melhor com solo orgânico úmido, mas não encharcado. O sol pleno é benéfico, porém não é necessário para o desenvolvimento.

Fertilização do Morangueiro

Solo orgânico e mistura ácida aplicada no início da primavera para crescimento vegetativo. Incorporar o fertilizante no topo 8 cm de solo ao redor da planta do morango e depois regar bem. Fertilizar novamente quando as flores aparecerem fará com que seu cultivo de morango cresça. Aplicações em queda podem promover o crescimento das raízes e aumentar a resistência a condições climáticas extremas no inverno.

Fertilizantes de mistura de ácido comercial misturados especialmente para os amantes de ácido como rododendros, azáleas, camélias, hortênsias, sempre-verdes, mirtilos, framboesas, batatas funcionarão muito bem com os morangos. Existem fertilizantes comerciais naturais no mercado, sem adição de sintéticos à mistura que permitirá o cultivo de orgânicos.

Proteger das Aves

As aves podem ser piores do que uma infestação de caramujos e lesmas. A melhor maneira de evitar isto é colocar algum tipo de sebe sobre a cama inteira. Você pode usar redes para aves ou qualquer outra cobertura. Entretanto, você deve removê-la enquanto as plantas estiverem em flor ou não serão polinizadas. Sem polinização, não haverá frutos na próxima estação.

Corredores e Estolões

Incentivar os corredores com Estolões (não mais que seis por planta-mãe) a formar novas plantas a cada 23 cm. Prenda os corredores com pinos em forma de U ou enterre os caules com terra. Remova os corredores indesejados.

Doenças

Os morangos são suscetíveis a um punhado de doenças fúngicas, incluindo murcha, botrytis (esterco de fruta) e raia vermelha (podridão da raiz). Você deve perguntar a um bom viveiro local se ele existe em sua região e escolhe variedades regionais de morangos resistentes. As variedades resistentes têm mais chances de sucesso como Safari e Sabrina como exemplos de variedades de dias curtos, San Andreas, Albion e Cristal como referências para dias neutros.

Se você sabe que sua região é propensa a uma determinada doença, não se esqueça de girar onde você planta seus morangos ao iniciar uma nova cama. Evite replantar no mesmo local, ou os esporos dessas doenças se acumularão no solo.

como plantar morango verticillium morango
 Verticillium afetando morangueiro.

Para ser preventivo, se o Verticillium wilt é um problema atual ou foi um problema no passado, não plante seus morangos onde as culturas foram afetadas pela mesma doença. A rotação de culturas não deve ser vista como um manejo curativo de doenças. É uma ferramenta menos eficaz de manejo de doenças em comparação com outros métodos. Entretanto, é preventivo. Abaixo está a lista de vegetais, frutas e flores que poderiam ser afetados pelo Verticillium:

1- Couve, aipo, pepino, berinjela, alface, melão, pimenta, batata, abóbora, rabanete, ruibarbo, tomate

2– Barberry, amora, framboesa preta, uva, Prunus sp., framboesa, Ribes sp., melancia

3– Aster, Begonia, Carnation, Chrysanthemum, Dahlia, Geranium, Impatiens, Peony, Petunia, Snapdragon, Sunflower

Referência: McCain, A.H., R.D. Raabe, e S. Wilhelm. 1981. Plantas Resistentes ou Susceptíveis à Verticillium Wilt. University of California Leaflet 2703.

Bio-Estimulação ou Bio-Promoção de Crescimento

Esta prática é amplamente utilizada na agricultura em larga escala. A bioestimulação pode ser entendida como a indução para promover ou retardar um processo fisiológico, o que implica a aplicação de produtos para este fim, integrados com práticas de manejo de solo ou folhagem que facilitem o crescimento e desenvolvimento adequado da planta, que são compatíveis com sistemas agroecológicos sustentáveis, uma vez que permitem manter um equilíbrio dinâmico intra-fazenda.

Bioestimulantes ou Bio-Promotores são substâncias orgânicas que são utilizadas para melhorar o crescimento e desenvolvimento das plantas e proporcionam maior resistência a condições de estresse biótico e abiótico, tais como temperaturas extremas, estresse hídrico devido a déficit ou excesso de umidade, salinidade, toxicidade, a incidência de pragas e/ou doenças. Sua composição pode incluir auxinas, giberelinas (como hormônio vegetal), citoquininas, ácido abscísico, ácido jasmônico ou outros fito hormônios.

Os produtos não deixam resíduos e são seguros para as pessoas que os aplicam. Sua composição é diversificada, em misturas comerciais de nutrientes minerais, compostos orgânicos ou princípios ativos.

Como Plantar Morango: Outras Práticas com Bio-Estimulantes

Aplicação de rizobactérias promotoras de crescimento, tais como Bacillus, Rhizobium, Trichoderma, Nitrobacter, Nitrosomonas, Pseudomonas, Aspergillus, Azotobacter, entre outras. Eles favorecem a síntese de fitohormonas e a absorção de nutrientes. Eles têm uma função de resistência contra microorganismos negativos do solo.

Mais Dicas para O Cuidado dos Morangos

Uso de hormônio enraizador. Têm uma alta concentração de auxinas que induzem o desenvolvimento das raízes para um melhor estabelecimento da planta, maior eficiência de absorção e condução pela maior quantidade de pêlos radiculares.

O uso de água entre 30°- 40 °C aumenta a solubilidade dos fertilizantes, aumenta a atividade microbiológica do solo e a condução da água e dos nutrientes.

Outra forma de proteção e nutrição das culturas, de muito baixo custo, já que pode ser produzida com resíduos lixo orgânicos ou resíduos intra-agrícolas são as chamadas bio preparações, sejam elas líquidas ou sólidas aplicadas ao solo ou à folhagem.

São produtos obtidos a partir da decomposição biológica de materiais orgânicos aeróbicos ou anaeróbicos, altamente ativos com células vivas ou latentes que, tendo as condições ideais, são reativados pela ação positiva sobre a cultura.

Entre seus principais efeitos estão os nutricionais, fungistáticos, bacteriostáticos, acaricidas, inseticidas e repelentes. Graças ao conteúdo de enzimas, fenóis, ácidos, toxinas e outros compostos de alto risco que, se não forem manuseados adequadamente, podem causar fitotoxicidade. Em geral, seus efeitos são progressivos e cumulativos; ou seja, pouco a pouco a fertilidade e a vida do solo melhoram com a incorporação de matéria orgânica estabilizada. Com isto, é possível conseguir uma maior retenção de umidade, facilitar o trabalho do solo, plantas mais saudáveis e uma maior produção.

Entre os mais utilizados estão: compostagem (decomposição da mistura de resíduos animais e/ou vegetais na presença de oxigênio); bokashi (fermentação aeróbica de resíduos orgânicos vegetais e animais) e húmus (resultado do trabalho do verme vermelho californiano Eisenia fetida).

Outras preparações usadas como biofertilizantes líquidos resultantes da fermentação aeróbia são o chá de adubo, chá de urtiga, chá de guano, chá de bokashi e chá de húmus. Há também opções de fertilizantes foliares orgânicos do processo anaeróbico, como o Biofertilizante líquido que promove as atividades fisiológicas das plantas devido a seu alto teor de Phyto regulators.

Quanto Tempo Leva para Cultivar Morangos?

As plantas de morango darão frutos em sua primeira estação. Se você esperar até o próximo ano, a planta será mais produtiva. Um conselho poderia ser Exercitar sua paciência. A menos que você esteja cultivando suas plantas de morango como plantas anuais, eu recomendaria que você exercitasse sua paciência e adiasse a colheita por até um ano.

Como Plantar Morango: A Colheita

Um passo fundamental para entender como plantar morango é a colheita. O trabalho realizado no campo durante a colheita e posteriormente no período pós-colheita, deve visar a obtenção de uma fruta de qualidade e que esta seja mantida durante todo o período até que a fruta seja comercializada ou que seja utilizada em casa.

O morango é uma fruta não-climatérica, o que significa que o teor de açúcar não é aumentado, apenas o aumento da cor e a diminuição da firmeza são registrados, dada a alta freqüência respiratória da fruta, o que a torna muito perecível, afetando a aparência e a qualidade. Portanto, a fruta deve ser colhida perto da maturidade do consumo.

como plantar morango  colheita de morango como colher morango como plantar moranho

O principal índice de colheita utilizado pelos agricultores é a cor. O critério varia de acordo com o mercado de destino: para a exportação em fresco, destaca-se a homogeneidade e intensidade da cor laranja; para o mercado interno em fresco, a cor é vermelha em 80% da fruta; para o processamento, é necessário um vermelho intenso em 100% da fruta e sem cálice. A acidez e os sólidos solúveis totais são raramente utilizados para determinar o tempo de colheita, e também são variáveis que não mudam uma vez que a fruta é colhida.

Índice de Maturação dos Morangos

A maturação dos frutos na planta não é homogênea, portanto é necessário rever a área já colhida para coletar aqueles frutos que estavam imaturos naquela época.

como plantar morango e o indice de maturação morango

Como Plantar Morango: Recomendações sobre a Colheita

1 – Certifique-se de que a fruta seja danificada o mínimo possível, sem apertar ou bater.

2 – Colha individualmente frutas por fruta e transfira imediatamente para a bandeja, não as acumule na mão.

3 – Organize a colheita por setores e por variedade, evite misturar os frutos para reduzir a heterogeneidade da caixa.

4 – Higiene no manuseio da fruta: limpeza nas mãos dos colhedores – pregos curtos -, limpeza nos materiais de colheita, como as bandejas.

5 – Colher de manhã cedo, evitando as altas temperaturas.

6 – Não colher com orvalho ou chuva ou umidade sobre a fruta.

7 – Manter sombreamento nos campos, evitando o sol nas frutas.

8 – Evite a contaminação das frutas, coloque os materiais de colheita longe da superfície do solo.

receita morango

Pós-Colheita

Pós-colheita refere-se ao estágio em que a fruta é mantida e movimentada em uma atmosfera adequada para diminuir a frequência respiratória. Portanto, o ambiente deve conter baixos níveis de oxigênio, já que um alto metabolismo respiratório significa que o morango tem uma vida pós-colheita muito curta, sendo inferior a 2 semanas à temperatura ambiente.

Por ser uma espécie de exportação, são utilizados sistemas para controlar a concentração de gases (atmosfera controlada ou modificada) que aumentam a vida útil da fruta e que permitem chegar ao mercado de destino em condições fora de estação em condições aceitáveis.

O transporte para o agronegócio deve ser feito o mais rápido possível, não mais que 3 ou 4 horas após a colheita do morango. Ele deve ser feito com cuidado, evitando bater excessivamente na carga. Também é necessário evitar a contaminação da fruta com partículas de pó ou materiais estranhos no caminho.

A entrada fria ou pré-resfriada permite a rápida remoção de calor utilizando ar forçado. Esta ação favorece a conservação do frescor e da qualidade, reduzindo a incidência de doenças comuns pós-colheita, tais como Botrytis cinerea, Rhizopus sp. e Penicillium sp. Também diminui a atividade enzimática e respiratória da fruta, mantendo as características da colheita.

Problemas Pós-Colheita

Em geral, os problemas são causados por danos mecânicos, o que promove a presença de doenças fúngicas, desidratação, frutas aquáticas; e, por outro lado, o manejo inadequado das concentrações de gás, por exemplo, a descoloração da fruta pelo CO2.

Esperamos que você tenha achado útil o guia sobre como plantar morango.