Como Plantar Coroa de Cristo – (Euphorbia milii) – Guia

A Coroa de Cristo (Euphorbia milii), também conhecida como Coroa de Espinhos, é uma planta arbustiva suculenta, nativa da ilha de Madagascar, muito fácil de cultivar e cujas flores vistosas a tornam um atrativo ornamental em jardins, em terraços e varandas, e até mesmo em ambientes internos. Neste artigo, nossos especialistas em jardinagem explicarão como plantar Coroa de Cristo, seus cuidados, a fertilização necessária, como aumentar sua floração e os problemas comuns.

O arbusto espinhoso, decíduo e de baixo crescimento, comumente conhecido como o Espinho de Cristo ou Coroa de Cristo, tem o nome científico de Euphorbia milii e pertence à família Euphorbiaceae; é nativo da ilha de Madagascar. Normalmente atinge uma altura de um metro e meio, e usado como ornamental em jardins, não requer muito cuidado.

Esta planta deve seus nomes comuns aos espinhos em seus caules, o que deu origem ao mito de que esta era a espécie usada para fazer a coroa de espinhos usada por Jesus Cristo na época de sua crucificação.

Como Plantar Coroa de Cristo (Euphorbia milii)

Além de ser espinhosa, Euphorbia milii é um arbusto ramificado, lenhoso, trepador, que pode atingir uma altura entre 1,5 e 2 metros, com caules terminando em uma roseta de folhas verdes que tendem a cair quando sujeitas a temperaturas muito baixas.

A Coroa de Cristo precisa de locais que vão de meia sombra a pleno sol (não floresce à sombra) e solos bem drenados.

A Coroa de Cristo não tolera frio intenso e a irrigação deve ser moderada.

Seus caules e galhos culminam em uma roseta de folhas. Quando cortado, ele exala um látex muito irritante, melhor não entrar em contato com a pele ou os olhos; se ingerido, é tóxico, causando vômitos e dor de estômago intensa. Plantar a coroa de cristo é muito fácil e fica bonito no jardim.

como plantar coroa de cristo

Floração da Coroa de Cristo

Nos parágrafos seguintes, você encontrará informações detalhadas sobre como plantar Coroa de Cristo e como melhorar sua floração.

As flores são pequenas e discretas, embora as folhas (brácteas) coloridas e modificadas, logo abaixo das flores, sejam muito atraentes.  A maioria dos espécimes desta planta tem brácteas vermelho-sangue, embora existam outras variedades com brácteas amarelas, brancas ou rosadas.

Existem diferentes cultivares e híbridos de Euphorbia milli com flores brancas ou de cor creme que podem mostrar tons rosados ou roxos nas bordas das pétalas.

As folhas são cor verde profundo, de forma oval ou espatulada, ambas com aparência de couro. Os espinhos são longos, fortes e de cor acinzentada. Floresce durante todo o ano. Suas pequenas flores, rodeadas de brácteas vermelhas, amarelas ou alaranjadas (ou cyathophylls), são reunidas em uma inflorescência do tipo cyathe, característica das euforbiáceas; estes cyathe raramente aparecem sozinhos, são geralmente agrupados em cymes entre dois e quatro deles.

Em geral, estas florações podem estar presentes durante todo o ano, embora em algumas áreas só ocorram na primavera e no verão, condicionadas por fatores climáticos e ambientais.

floracao da coroa de cristo

Fertilização da Coroa de Espinhos

Como plantar Coroa de Cristo e como fertilizar esta planta é a chave para uma boa floração e crescimento. Leia mais para entender tudo sobre como plantar Corona de Cristo e seus cuidados.

Para garantir os melhores resultados, a fertilização pode ser realizada a partir do ano seguinte ao transplante final da coroa do Cristo.

Um fertilizante líquido de cacto pode ser usado através da irrigação durante a primavera e o verão a cada 14 dias. O fertilizante nunca deve ser aplicado sobre substrato seco, pois isso queimará as raízes. A alimentação excessiva da planta também deve ser evitada, pois, isso poderia levar à formação de rebentos longos, finos e fracos.

Tenha em mente que a principal ajuda para o florescimento da coroa de Cristo é o sol. Quanto mais intensa e constante for a exposição ao sol, mais intensa será a produção de flores e mais longo será o período de floração.

Pode ser fertilizado na primavera e podado para manutenção. Os fungos podem afetá-lo na junção do caule com o solo, por isso é necessário esperar que o substrato seque antes de regar novamente, não tolera o alagamento. Pode ser reproduzido através de cortes, deixando-os secar por alguns dias antes de colocá-los em uma mistura de areia e turfa.

Coroa de Espinhos – Temperatura

A Corona de Cristo é fácil de cultivar, e pode ser cultivada tanto em semi-sombra quanto a pleno sol, embora este último local seja o que mais a ajuda a aumentar o número de flores.

Em requisitos de solo, a Coroa de Cristo precisa crescer em um solo bem drenado que não retenha muita umidade, semelhante à utilizada para os cactos.

Esta espécie pode ser afetada por temperaturas próximas a 0 graus Celsius, perdendo suas folhas no inverno, embora se colocada contra uma parede possa suportar bem o frio do inverno, desde que o substrato não contenha muita umidade, o que pode ser fatal para a planta.

Mesmo que perca suas folhas devido ao frio, a Coroa de Cristo brotará novamente na primavera.

Devido a seus espinhos e látex venenoso, é aconselhável evitar o contato com a pele e os olhos, e colocá-lo fora do alcance de crianças e animais de estimação. Felizmente, sua seiva irritante e cáustica também a protege de pragas.

Propagação da Coroa de Cristo

A propagação da Euphorbia milii pode ser feita por estacas, que devem ser cortadas durante as estações de primavera ou verão e depois enterradas em recipientes contendo partes iguais de vermiculita e perlite.

Saiba como preparar terra para suculentas.

propagacao coroa de cristo

O que Acontece com a minha Coroa de Cristo?

Coroa de Cristo  tem folhas enroladas

O caule da Coroa de Cristo é muito macio, é curvado e as folhas são enroladas para cima.  Se você observar estas mudanças em sua planta como folhas enroladas, é possível que sua Coroa de Cristo esteja sofrendo de excesso de umidade no solo ou que esteja no caminho de uma intensa corrente de ar.

Em caso de umidade excessiva do solo, comece a regar com espaçamento, aplicando-o com parcimônia apenas quando o solo tiver secado com tempo quente, enquanto no inverno é melhor suspender a rega.

Se sua Coroa de Cristo estiver localizada em uma área com correntes de ar, você deve mudar sua localização, tendo sempre em mente que ela precisa crescer em um local ensolarado.

A Coroa de Cristo Está Perdendo Folhas

Se você perceber que sua Coroa de Cristo está perdendo folhas, é possível que sua planta tenha sido afetada pelo frio, o que é uma ocorrência comum com esta espécie. Se este for o caso, é melhor interromper a irrigação durante a estação fria. Só umedeça o solo quando este tiver secado (alguns chegam a parar de regar até o final do inverno).

Esperamos que este artigo sobre como plantar uma coroa de cristo seja de grande utilidade para você.

coroa de espinhos flor